Nos Bastidores

Presidente de Israel encarrega Netanyahu de tentar formar governo

(Foto: Divulgação)

Nesta terça-feira, 6, Benjamin Netanyahu, o primeiro-ministro da Israel, ganhou uma extensão sua vida política ao receber do presidente do país um mandato para tentar formar um novo governo após uma eleição inconclusiva.

O líder mais longevo de Israel, no poder consecutivamente desde 2009, agora enfrenta a difícil tarefa de quebrar um impasse político sem precedentes e conquistar aliados suficientes para uma coalizão.

Segundo a lei, Netanyahu terá 28 dias para apresentar uma aliança, com a possibilidade de uma extensão de duas semanas antes que o presidente Reuven Rivlin escolha outro candidato ou peça ao Parlamento que escolha outro postulante.

A eleição de Israel em 23 de março, a quarta em dois anos, terminou sem que o bloco religioso e o grupo de direita liderado por Netanyahu tivessem maioria e também sem a perspectiva de uma aliança de seus oponentes para controlar o Parlamento.

Mas nas consultas que Rivlin manteve com os partidos políticos na segunda-feira sobre a construção de uma coalizão, Netanyahu recebeu mais endossos do que seus oponentes, levando ao anúncio do presidente pela televisão dando-lhe o ava para tentar formar um novo governo.

 

(*) Com informações da CNN Brasil.

 

 

Nenhum comentário