Nos Bastidores

Morre o Irmão Lázaro, por complicações da Covid-19

 



Morreu, na noite de sexta-feira, 19, o vereador, cantor gospel e ex-integrante do Olodum, Irmão Lázaro (PL), de 54 anos, vítima de complicações da Covid-19. Ele estava internado há quase um mês na UTI de um hospital de Feira de Santana, cidade a cerca de 100 km de Salvador. A informação foi confirmada pela assessoria do vereador.

De acordo com o último boletim médico divulgado na noite de sexta-feira, Irmão Lázaro apresentava um quadro clínico muito delicado.

No dia em que foi internado, em fevereiro, ele seria transferido para outra unidade particular, só que em Salvador, mas teve agravamento do quadro de saúde e os médicos, por precaução, preferiram suspender a transferência. Já no dia 27 de fevereiro, Irmão Lázaro chegou a melhorar o nível de oxigenação.

De acordo com familiares, Irmão Lázaro tinha sido diagnosticado com a Covid-19 no dia 15 de fevereiro e desde então fazia o tratamento em casa. No entanto, no dia 22 de fevereiro, ele sentiu desconforto, febre e procurou o médico. Ao chegar no hospital, foi comprovado que ele estava com metade dos pulmões comprometidos e ficou internado em um leito clínico. Três dias depois, o vereador e cantor gospel precisou ser transferido para a UTI.

Vereador e cantor
Irmão Lázaro foi eleito vereador de Salvador em 2020 com 4.273 votos. Ele foi deputado federal entre 2015 e 2018, ano em que tentou sem sucesso se eleger senador.

Lázaro já foi integrante do grupo Olodum nos anos 90, mas decidiu seguir carreira de cantor gospel após se converter à religião evangélica. Um dos seus grandes sucessos, a música gospel "Eu te amo tanto", faz parte de um CD e DVD homônimo gravado em 2008 na Bahia.

(*) Com informações do G1

Nenhum comentário