Nos Bastidores

Flordelis teve tornozeleira eletrônica descarregada por quase 17 horas

A cantora gospel é acusada de ser a mandante da morte do seu marido, o pastor Anderson do Carmo.
(Foto/Reprodução Instagram)

Flordelis dos Santos de Souza tem usado a tornozeleira eletrônica desde outubro do ano passado. A bateria do equipamento terminou 11 vezes entre outubro e fevereiro, dentre uma dessas, chegou a ficar desligado por quase 17 horas, segundo informa o relatório da Secretaria Estadual de Administração Penitenciária (Seap) do Rio de Janeiro.

A cantora gospel é acusada de ser a mandante da morte do marido, o pastor Anderson do Carmo. Além disso, pela decisão da juíza Nearis dos Santos Carvalho Arce, da 3ª Vara Criminal de Niterói, a deputada também deve permanecer em casa das 23h às 6h.

Contudo, segundo o relatório da Seap, em 15 ocasiões a deputada estadual não estava em casa entre os horários estabelecidos pela juíza. Em 14 delas, ela estava em deslocamento para Brasília. Já em um episódio, a pastora estava no fórum de Niterói, em audiência no processo no qual é ré.

A assessoria de imprensa de cantora gospel foi procurada pelo Extra para que a parlamentar explicasse as violações que constam no documento, entretanto a equipe não teve retorno.

(*) com informações do IstoÉ.


Nenhum comentário