Nos Bastidores

American Airlines confirma que áudio de piloto relatando OVNI é real

Aviões da companhia aérea American Airlines (Reprodução)

Após divulgar áudio de um piloto afirmando ter encontrado um Ovni sobrevoando perto da aeronave, a companhia aérea American Airlines veio a público confirmar a veracidade do áudio. O áudio foi divulgado pelo o especialista em aviação e assuntos militares, Steve Douglas, do blog Deep Black Horizon. A gravação contém 14 segundos e está em inglês.

O evento ocorreu no dia 21 de fevereiro, em um voo que partiu de Cincinnati, em Ohio, com destino a Pheonix, no Arizona. Enquanto sobrevoava o estado do Novo México, o piloto contatou o controle de trafego aéreo questionando: “Vocês têm algo aqui em cima? Alguma coisa acabou de passar por cima de nós”, diz o piloto da aeronave em conversa com a torre de controle.  “Odeio dizer isso, mas parecia com um longo objeto cilíndrico, quase algo como um míssil de cruzeiro se movendo muito rápido. Passou bem em cima de nós” disse.

A companhia aérea American Airlines enviou um comunicado à imprensa nesta semana informando que a gravação é real. A empresa afirma que checou com os membros da tripulação e realizou investigações internas para confirmar que a transmissão de rádio realmente aconteceu. "Após um interrogatório com nossa tripulação de voo e informações adicionais recebidas, podemos confirmar que esta transmissão de rádio foi do voo 2292 da American Airlines em 21 de fevereiro", disse o comunicado. Mas não chegou a comentar a fundo sobre o possível encontro do avião com uma nave alienígena e disse que perguntas adicionais devem ser feitas ao FBI.

Vale lembrar que o estado do Novo México é o local em que fica localizado o Campo de Teste de Mísseis de White Sands (WSMR). Contudo, a base fica a mais de 600 km do local onde o Ovni foi avistado. Mas, segundo o chefe de relações públicas da base, Scott Stearns, a instalação não havia realizado nenhum teste no domingo e ainda acrescentou que não tem ideia do que pode ser esse objeto cilindro ou se algo similar foi avistado pela aquela região antes.

Até o momento, o FBI e o governo dos Estados Unidos não comentaram oficialmente sobre o assunto.

(*) com informações do Tecmundo.

Nenhum comentário