Nos Bastidores

Comissão de Saúde da Aleam concentrou suas atividades no combate à pandemia em 2020


Em um ano em que o combate ao novo coronavírus foi a principal preocupação mundial, a Comissão de Saúde concentrou suas atividades no combate à pandemia em 2020, realizando e 16 reuniões virtuais, 42 reuniões internas, 13 reuniões externas, 12 visitas técnicas, quatro audiências públicas virtuais, três eventos virtuais realizados e com participação em quatro eventos.

Com a chegada do novo coronavírus ao Brasil, a Comissão começou a trabalhar a conscientização da população em relação ao que se sabia até o momento sobre o novo vírus, como sintomas, prevenção e formas de contágio. Depois disso, com o avanço da doença e a notícia do primeiro caso em Manaus, a presidente da Comissão, deputada Dra. Mayara (Progressistas) começou a defender a restrição de viagens intermunicipais de ônibus e embarcações com pessoas que estiveram nos estados ou países que já tinham transmissão comunitária, além de também sugerir a oferta de leitos de UTI (Unidade de Terapia Intensiva) nos municípios polo do estado.

Em uma reunião on-line em abril, a Comissão solicitou à Secretaria Estadual de Saúde (SES-AM) explicações sobre o plano de combate à pandemia, bem como a ampliação da oferta de leitos clínicos e de UTI para atender a demanda crescente de pacientes da rede pública de saúde. Montado o Hospital de Campanha da Nilton Lins, a deputada pediu reforço também na oferta de leitos da unidade.

Aumentando a demanda, algumas denúncias de preços abusivos que estariam sendo praticados pelo Hospital Adventista chegaram até a comissão, que se comprometeu a apurar as informações.

Já na rede pública a preocupação da comissão foi com o atendimento no interior e aos indígenas. Dra. Mayara convocou os secretários municipais de saúde em uma reunião virtual em que foi constatada a falta de apoio aos municípios. “Pela falta de estrutura física e pessoal no interior os prefeitos estão combatendo esse mal praticamente sozinhos”, afirmou a parlamentar na época.

Preocupada com as mulheres grávidas, a deputada realizou uma Audiência Pública virtual sobre o atendimento às mulheres grávidas e puérperas e também uma outra audiência pública sobre o aumento dos casos de Covid-19 em setembro, época em que a deputada Mayara já alertava para uma segunda onda de casos, mesmo com a negativa da Fundação de Vigilância Sanitária (FVS) sobre um novo pico da doença.

Em outubro, em uma reunião virtual com a SES a Comissão de Saúde debateu o planejamento de ações para a Covid-19 e também discutidas soluções relacionadas à estrutura da rede estadual de saúde para evitar a sobrecarga no atendimento dos prontos-socorros, diante de uma crescente de pacientes infectados pelo novo coronavírus e no mês seguinte, a Secretaria realizou uma Audiência Pública virtual de elaboração e discussão do Plano Estadual de Saúde do Amazonas em parceria com a Comissão de Saúde e os deputados da Assembleia.

Além das ações relacionadas ao combate da Covid-19, a Comissão de Saúde manteve outras atividades periódicas e sazonais da Comissão, como o acompanhamento dos relatórios de atividades quadrimestrais da Secretaria de Estado de Saúde através de Audiências Públicas virtuais e também a parceria com a Diretoria de Saúde da Assembleia em campanhas de saúde como o Outubro Rosa e o Novembro Azul.

A reestruturação do Hospital Francisca Mendes, a redução da mortalidade materna foram alguns temas trabalhados em 2020, assim como a realização de campanhas de doação de leite materno e a elaboração de um projeto de lei de doação de plasma sanguíneo.

Comentando o trabalho da comissão, a deputada Dra. Mayara lembrou que o acompanhamento dos órgãos de controle da pandemia continua, já que, infelizmente, o coronavírus ainda está atuante. “Nós fizemos um esforço mútuo, em conjunto com a Secretaria de Saúde e Fundação de Vigilância, realizamos audiências públicas e cobramos, através de requerimentos, a ampliação de leitos e o plano de vacinação para a capital e o interior do Amazonas, mas infelizmente estamos enfrentando uma nova onda do vírus, por isso a Comissão continuará monitorando e fiscalizando as medidas tomadas pelo Executivo Estadual e Municipal no combate à Covid-19, além de fazer proposituras que tenham a mesma finalidade: atender o povo e salvar vidas”, afirmou.

 

Diretoria de Comunicação da Aleam

Texto: Fernanda Barroso

Nenhum comentário