Nos Bastidores

Após solicitação de vereadores, Prefeitura de Presidente Figueiredo fala sobre auxílio emergencial municipal

Vice-prefeito Anderson Leal (PODE), Prefeita Patrícia Lopes (MDB), secretária Eleíta Almeida (SEMASC) 
Gabriel Ricardo - Agência GR7 Comunicação
Presidente Figueiredo - Aos vinte e dois dias do mês de fevereiro deste ano, a Câmara Municipal de Presidente Figueiredo, no Amazonas, protocolou o ofício de N° 0.1100/21 que recomenda ao executivo municipal a criação do Auxílio Emergencial Municipal no valor R$ 200 (duzentos reais), ou uma cesta básica, a ser administrada pela  Secretaria Municipal de Ação Social e Cidadania - SEMASC para às famílias que se encontram em estado de vulnerabilidade alimentar.
O ofício foi assinado pelos vereadores: Maronilson Costa (MDB), Haroldo Marques Bittar (PL), Odmar Cipriano (PDT), Tharlison Barros (PTC), Assis Arruda (PODEMOS), Raimundo Silva (PTC) e protocolado às 12;09 do dia 22 de janeiro.
Apesar da recomendação por meio de ofício ter dado entrada no dia 22, só entrou em pauta hoje, 28, quando a prefeita Patrícia Lopes (MDB) juntamente com o vice, Anderson Leal (PODEMOS) se reuniram com a titular da SEMASC, Eleíta Almeida, para definir detalhes do auxílio e, de acordo com a publicação feita em seu perfil oficial, o auxílio deverá fazer parte do plano de contingencia para a COVID-19.


Nenhum comentário