Nos Bastidores

Morre aos 98 anos, Pierre Cardin, fomoso estilista


Pierre Cardin, estilista ítalo-francês, morreu aos 98 anos, anunciou nesta terça-feira, 29, a família para a agência ‘AFP’. A causa do falecimento não foi informada, apenas que o estilista estava internado no hospital Neuilly, em Paris.

“É um dia de grande tristeza para toda a nossa família, Pierre Cardin já não está entre nós. O grande costureiro que foi, atravessou o século, deixando para a França e para o mundo um patrimônio artístico único na moda, mas não só isso. Nos orgulhamos da sua ambição tenaz e da ousadia que demonstrou ao longo da vida”, diz a nota da família, destacando o “homem moderno de muitos talentos e energia inesgotável”.

Pioneiro da moda mundial em muitos sentidos, Cardin nasceu na Itália em 1922, mas foi morar na França ainda criança. O estilista começou a desenhar já aos 14 anos e, antes de criar uma grife com seu nome, na década de 1950, trabalhou para outras maisons de luxo da França, como a Christian Dior.

Conhecido por usar um estilo futurista e geométrico, redesenhando a moda francesa do pós Segunda Guerra Mundial, a grife está hoje presente em 140 países do mundo e vai muito além das roupas: suas licenças de uso englobam de bicicletas a colchões, de cigarros a cortinas.

Cardin também é considerado o primeiro estilista de alto luxo a desenhar uma coleção “prêt-a-porter”, uma linha de roupas “pronta para vestir” para um público não atendido pelas grifes à época. Foi criticado por “popularização”, mas seu gesto foi seguido nos anos seguintes por praticamente todas as grandes maisons.

(*) com informações do IstoÉ.

 


Nenhum comentário