Nos Bastidores

'Combate ao racismo não precisava de likes.' diz Glória Maria em publicação

Na manhã de hoje, 19, a jornalista Glória Maria relembrou um momento marcante no começo da sua carreira. Em seu Instagram, a Glória postou uma foto antiga da época que ainda era repórter e fez uma homenagem sobre o Dia Nacional da Consciência Negra, celebrado, no Brasil, em 20 de novembro.

“Na semana da consciência negra, muito orgulho de lembrar um tempo em que eu era uma presença quase solitária no telejornalismo e minha posição simples e direta de combate ao racismo não precisava de likes. Vida que segue”, escreveu Glória.

Vale relembrar que no final de setembro deste ano, a apresentadora foi duramente criticada após declarar em uma entrevista para Joyce Pascowitch, do site Glamurama, que “tudo é racismo, tudo é preconceito“: “Eu acho tudo isso um saco. Hoje tudo é racismo, preconceito e assédio. A equipe com que trabalho me chama de ‘neguinha’, de uma forma amorosa e carinhosa.” Disse ela.

“Estou mais de 40 anos na televisão, já fui paquerada, mas nunca me senti assediada moralmente. O assédio é algo que te fere, é grosseiro, desmoraliza. Existe uma cultura hoje que nada pode. Tem que ter uma diferenciação, não dá para generalizar tudo. O politicamente correto é um porre. Acredito que o politicamente correto é o caráter, a honestidade. Esse mundo que a gente está vem muito da amargura das pessoas, não aceito.” Continuou Glória Maria.

(*) com informações do IstoÉ.

 

Nenhum comentário