Nos Bastidores

"Vamos continuar fazendo barulho, não vamos nos calar",comentou Ludmilla sobre o caso do motoboy que foi alvo de ofensas pela cor da pele


A canfora Ludmilla se pronunciou na tarde de hoje sobre o caso do motoboy Matheus Pires, que foi alvo de ofensas em Valinhos, no interior de São Paulo. Em publicação no seu Instagram, a cantora chamou atenção para o racismo explícito da cena e compartilhou uma mensagem de apoio ao profissional.

"E mais uma vez a gente está aqui vendo o racismo atuando. O que você faria se alguém invadisse seu espaço te trabalho apenas para te ofender por causa da cor da sua pele? Matheus não deveria passar por aquilo, assim como nenhum outro preto deveria passar por qualquer ofensa por causa da cor da sua pele",
escreveu.

"Vamos continuar fazendo barulho e chamando a atenção para isso. Não vamos nos calar mais. O que esse homem branco viu como desvantagem, a gente sabe que é algo sagrado, carregamos a história dos nossos ancestrais na nossa pele preta com muito orgulho. Fazemos reverência a eles e a nossa história"
, continuou.

"Nossa pele preta é o manto de reis e rainhas. E incomoda ainda a muita gente branca ver que nós não somos a história que eles querem contar da gente, de pessoas submissas, escravizadas... Somos muito maiores do que isso e vamos nós mesmos contar as nossas histórias!",finalizou.

O ocorrido com Matheus Pires chamou atenção de outras celebridades durante o dia, como foi o caso de Luciano Huck. Em conversa com o motoboy, o apresentador assegurou que ajudará o jovem a arcar com os custos da sua motocicleta que estadanificada.

Nenhum comentário