Nos Bastidores

Dante volta a defender o uso de máscara em locais públicos e privados durante a pandemia de Covid-19 em Manaus


O assunto "obrigatoriedade no uso de máscaras em locais públicos" voltou a ser debatido durante a sessão na Câmara Municipal de Manaus (CMM), nessa terça-feira (4/8), o vereador Dante Souza (PSDB) voltou a se posicionar contra o projeto do vereador Chico Preto (DC), que altera o artigo 1º da Lei 2.643/2020, que dispõe sobre as especificações de onde deve ser usado máscaras.

De acordo com Dante (PSDB), uma reportagem de um jornal impresso local mostrou que dois pesquisadores apontaram que o uso de máscara é o único meio de prevenção da doença e que alguns parlamentares não atentam para situações importantes. "É importante ouvir, aprender e saber o que se está fazendo", disse, enquanto leu um trecho da reportagem que afirmava a liberação do uso de máscaras em locais abertos públicos.

Durante a sessão o vereador Dante apresentou fotos que mostram que o "afrouxamento" quanto ao uso obrigatório do acessório, em alguns locais, não está sendo respeitado e que as pessoas acreditam que já passou a pandemia. Foram citados pelo parlamentar locais como os restaurantes, calçadão da Ponta Negra e do comércio no Centro de Manaus com aglomeração.

Em outro momento, o parlamentar mostrou que no Japão o uso de máscara é usado rotineiramente pela população japonesa para não pegar gripes.  Os motivos podem ser os mais variados possíveis, dentre eles o Kafunsho (febre do feno), muito comum no Japão na Primavera por causa do pólen dos cedros (sugi) e ciprestes (hinoki), muito abundantes no Japão. Quando se está gripado, é costume usar a máscara para evitar que outras pessoas se contaminem com o vírus.

Mas mesmo pessoas que não estejam doentes usam máscaras no Japão para se prevenirem de doenças contagiosas, especialmente durante algum tipo de surto viral. Por falta de hábito, a gente estranha no começo, mas com o passar do tempo começa a entender que esse costume traz uma série de vantagens para a saúde.

Apoio

Em apoio ao discurso de Dante, o vereador e presidente da comissão de saúde da CMM, Marcelo Serafim (PSB), afirmou que não tem chances de acontecer uma segunda onda em Manaus, mas não se deve relaxar.

"A utilização da máscara é fundamental para que a gente não continue perdendo vidas a conta-gotas. Então a minha defesa é que as pessoas voltem à vida normal, mas que utilizem a máscara sempre", afirmou, concordando que haja punição para quem não usar.

Além de Marcelo Serafim outros parlamentares se manifestaram em apoio ao vereador Dante (PSDB) como os vereadores Gilvandro Mota (PSDB), Eloi Abreu (PMN) e Roberto Sabino (Podemos).



Nenhum comentário