Nos Bastidores

"Ninguém sai igual de uma situação como essa", contaram Sandy e Junior sobre como tem passado o período de quarentena


A cantora Sandy, ao lado do irmão, está em evidência nesta semana por conta da estreia, na plataforma Globoplay, do documentário "Sandy e Junior: A História", que conta a trajetória da dupla e tem feito enorme sucesso junto aos fãs.

Em uma entrevista por live os dois falaram sobre como tem passado o período de quarentena, causado pela pandemia do novo coronavírus. Sandy, que tem um perfil discreto, disse que pretende mudar sua postura quando o isolamento social terminar.

"A gente está passando por muitos desafios, como todo mundo. Sabemos das nossas dificuldades. Ninguém sai igual de uma situação como essa. O principal, para mim, é dar o valor certo para as coisas. Sempre fui muito reservada, de gostar do meu cantinho, ficar em casa. Gosto de festa e de uma aglomeração de vez em quando, mas sou mais intimista", brincou.

Então, ela revelou quais são os planos para o pós-quarentena. "Só que agora estou sentindo muita falta de viver mais, de ver e abraçar as pessoas. Todo mundo está, né? É valorizar as relações humanas, quem a gente ama e quem ama a gente. Os movimentos solidários também, e como isso tem que ser levado para frente", explicou.

Por sua vez, Junior ressaltou que é na dor que há um maior aprendizado. "Um período como esse faz a gente refletir sobre as coisas. Sempre que a gente se depara com a fragilidade da nossa vida, percebe o quanto é sensível. Espero que as pessoas tentem aprender um pouco. É importante o exercício do coletivo, né? Numa crise, a gente começa a entender que é uma coisa só, um povo, então se todo mundo se cuida já fica mais fácil", disse.

Sandy também disse ter relaxado as regras de isolamento com o filho, Theo, 6 anos, de seu casamento com Lucas Lima. "É vida real. Filho, com aulas online, toma bastante tempo. À noite, depois que ele vai dormir tenho visto muitas séries, mas isso eu já fazia antes. Às vezes, a gente assiste com ele coisas da idade dele, mais do que antes, porque tivemos que afrouxar as regras um pouco na quarentena", contou.

"É difícil manter tudo muito rígido, então acabo deixando ver mais do que deixava antes, como TV, jogar videogame... Para mim, não está sobrando muito tempo para ficar desocupada", riu.

Já Junior dividiu as tarefas com a mulher, Monica Benini, para conseguir organizar a casa e cuidar do filho de ambos, Otto, 2 anos. "Estou lavando umas panelas. Rolou um período de adaptação longo, sem ninguém ajudando. Falando por mim, na vida inteira vivi outras coisas, trabalhei muito e dentro de casa raramente tive que lavar louça. Agora fui aprender a fazer as coisas certas e rápido para poder cuidar do filho também", destacou.



Nenhum comentário