Nos Bastidores

"Inacreditável! Radialista manda dar estricnina (veneno) em carne para cachorro para acabar com o problema de cachorros de rua na Cidade", lamentou Luísa Mell


Luisa Mell se revoltou com um comentário feito por um radialista da Rádio Independente, de Lajeado, no Rio Grande do Sul. Em um programa, era discutida a situação dos cachorros que moram na rua e o apresentador afirmou que para resolver o problema, bastava colocar estricnina, um tipo de veneno, em pedaços de carne para resolver a situação.

"Inacreditável! Radialista manda dar estricnina ( veneno) em carne para cachorro para acabar com o problema de cachorros de rua na Cidade! Eu tô horrorizada, chocada... o outro ainda dá risada! Além de irresponsável e nojento, sua atitude é criminosa!", manifestou-se ela.


A situação gerou uma onda de protestos nas redes sociais levou a Apama, uma associação de proteção dos direitos aos animais, a protocolar uma denúncia contra a rádio na promotoria de Justiça de Lajeado.


Em um comunicado oficial, a rádio afirmou que o comentário expressa uma opinião particular do radialista, cujo nome não foi divulgado, e reforçou que apoia a causa animal.


"Deixamos claro que foi uma posição particular do comunicador no momento em que o tema era debatido na nossa programação. A Rádio Independente faz questão de afirmar que apoia a causa animal e que sempre abriu espaço para organizações que a defende, o que continuará fazendo", diz a nota.


Em nota da Rádio Independente:


"A Rádio Independente vem a público se manifestar sobre um comentário feito por um dos nossos colaboradores na manhã desta sexta-feira (3), relacionado a animais em situação de rua. Deixamos claro que foi uma posição particular do comunicador no momento em que o tema era debatido na nossa programação.


A Rádio Independente faz questão de afirmar que apoia a causa animal e que sempre abriu espaço para organizações que a defende, o que continuará fazendo.


Além disso, através de anúncios feitos em nossos microfones, centenas de animais perdidos foram encontrados e puderam voltar ao convívio com seus tutores. Neste sentido, cestas são doadas pelas pessoas que procuram a emissora para encontrar seus pets. Os alimentos são destinados para famílias carentes.


Medidas internas também estão sendo tomadas para que episódios como este não voltem a acontecer. Lamentamos o ocorrido.

Nenhum comentário