Nos Bastidores

Nuvem de gafanhotos que invadiram cidades na Argentina assustam agricultores do Brasil

A última posição informada pelas autoridades do país vizinho, indicava que a praga estava a cerca de 200 quilômetros de Uruguaiana. (Reprodução/Internet)

Da Revista Cenarium*
Uma nuvem de gafanhotos invadiu a região norte da cidade de Santa Fé, na Argentina, nesta segunda-feira, 22, ameaçando produções agrícolas. Horas depois, os insetos avançaram na região de Perugorria, na província de Corrientes, que faz fronteira com o Rio Grande do Sul.
O serviço Nacional de Saúde e Qualidade Agroalimentar (Senasa), divulgou um mapa de alerta para a praga, indicando três regiões (Corrientes, Santa Fé e Entre Rios) como localidades de perigo iminente.
Cada quilômetro quadrado dessa nuvem existem cerca de 40 milhões de insetos. (Reprodução/Internet)
A informação deixou agricultores da região sul do Brasil em alerta devido à proximidade com a parte afetada da Argentina. Segundo especialistas, os insetos podem cruzar uma área de um quilômetro quadrado (uma nuvem dessa existem cerca de 40 milhões de gafanhotos) e levar plantações inteiras à destruição, já que eles se alimentam de pastagens equivalentes ao que 2 mil vacas podem consumir em um dia ou consumir em um dia uma área de cultivo suficiente para abastecer 350 mil pessoas.  
Os especialistas ressaltam ainda que é importante rastrear a origem desse desequilíbrio e alertam sobre as condições climáticas, caso continuem com as mesmas condições nos próximos dias, a nuvem de gafanhotos pode chegar ao Uruguai e ao Brasil. 
(*) Com informações da Agência Brasil

Nenhum comentário