Nos Bastidores

Âncora do Jornal da Record, Adriana Araújo, deixou a bancada após fazer crítica ao governo brasileiro


A jornalista Adriana Araújo deixou a bancada do "Jornal da Record" sem direito a despedida depois de mais de uma década à frente do principal telejornal da emissora.

"A todos que se preocupam comigo, fiquem tranquilos. Estou bem e serena. Que bons ventos me levem", contou a apresentadora.

A jornalista deixou o telejornal depois de criticar o governo brasileiro pela falta de transparência na divulgação de dados sobre a pandemia do novo coronavírus. A Record, com se sabe, evita o confronto com o presidente Jair Bolsonaro (sem partido).


Nenhum comentário