Nos Bastidores

Bolsonaro defende fim da quarentena e desconversa sobre Golpe.

O aumento no número de mortes provocadas pelo novo coronavírus não foi suficiente para fazer o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) recuar.
Em coletiva na manhã desta segunda-feira (20) na porta do Palácio do Alvorada, o presidente reforçou que espera o fim da quarentena ainda nesta semana.
"Eu espero que essa seja a última semana dessa quarentena, dessa maneira de combater o vírus com todo mundo em casa", afirmou o presidente.
Discurso golpista
Na conversa, o presidente justificou a sua participação na protesto do último domingo (19/IV), que pedia o fechamento do Congresso e do Supremo Tribunal Federal.
"No que depender do presidente Jair Bolsonaro, democracia e liberdade acima de tudo", disse.
"Tenho conduzido o brasil fielmente ao interesse do povo brasileiro. Meu papel é preservar a liberdade do povo brasileiro", prosseguiu  o presidente.

Nenhum comentário